Dicas e boas práticas | O Home Office em tempos de Coronavírus (COVID-19)

Home Dicas Onexo Dicas e boas práticas | O Home Office em tempos de Coronavírus (COVID-19)

Nas manchetes de jornal ou nas redes sociais o assunto é o novo Coronavírus (COVID-19). O vírus, que teve como berço o oriente, se alastrou ao redor de todo o mundo e está mudando drasticamente a rotina de muitos profissionais. Como medida preventiva, a recomendação é para que fiquemos em casa. Com menos pessoas transitando nas ruas evitamos que o vírus se prolifere ainda mais.

Você mesmo já deve ter recebido alguns pares de e-mails, ou mesmo visto no Facebook, Instagram ou LinkedIn, conteúdos referentes ao Home Office. Sabe do que se trata? Diferente do afastamento, o Home Office propõe que o trabalho seja continuado em casa. Você estará desempenhando as mesmas funções que desempenharia no ambiente de trabalho, mas no conforto e segurança do seu próprio lar. A mudança pode gerar estranhamento em alguns profissionais que nunca experimentaram esse modelo de trabalho remoto. É o seu caso? Grifamos algumas dicas que podem te ajudar durante o período de adaptação.

Antes de prosseguirmos, é importante frisar algo. Sabemos que o Home Office não é uma opção viável para todo mundo. Enquanto alguns negócios fecham sua porta, outros ainda correm atrás de uma solução que não os prejudiquem, requerendo dos funcionários um último e honroso esforço.

Para este caso, apenas aconselhamos que sigam as recomendações do Conselho Federal de Nutricionistas, a CFN. Ou seja, que atendam as orientações das autoridades sanitárias quanto à proteção individual e possibilidades de quarentena e que orientem colaboradores e clientes sobre a importância de respeitar as medidas preventivas e protetivas ao Coronavírus.

Aos que possuem a chance de operar de casa, fiquem atentos às dicas!

 

dicas e boas práticas para o home office

 

Mantenha a rotina.

Estar em casa tem seu lado bom, como também tem seu lado ruim. A cama ou o sofá muitas vezes podem parecer convidativos. Resista à tentação! Você está em seu horário de trabalho e deve se portar tal como se estivesse em seu consultório, por exemplo.

Levante cedo, tome um banho, delicie-se com um ótimo café da manhã, vista uma roupa que lhe agrade e, então, coloque as mãos na massa.

Talvez você perceba que alguns aspectos lhe incomodam, como a falta de uma cadeira confortável ou de uma iluminação mais potente. Anote esses incômodos para que você possa investir em melhorias mais tarde.

 

Reforce a comunicação.

Uma vez que você não vai estar mais frente a frente com as pessoas, é importante definir um canal de comunicação através do qual a troca de informações vai ser feita. Entre você e seus clientes. Entre você e seus supervisores ou colaboradores.

Além do Facebook, LinkedIn, Instagram e WhatsApp, você apode apostar no uso de plataformas como o Skype, Zoom, ou o Google Hangouts, que permitem a realização de videoconferências mais profissionais.

 

Não sobrecarregue a sua mente.

Fique atento ao seu horário de trabalho. Agora que as suas obrigações profissionais dividem espaço com outras áreas da sua vida é importante ter controle do tempo. Mantenha o horário de almoço e respeite as pausas. Ande pelo ambiente, vá até a cozinha, pegue algo para comer e junto um copo com água (beba regularmente!). Faça isso quando julgar necessário e então retome às atividades, mais leve e inspirado(a).

 

Deixe as coisas claras.

Como dito no tópico anterior, como as obrigações profissionais passam a dividir espaço com outras áreas da sua vida, é preciso tornar claro para as pessoas que estão ao seu redor que aquele é o seu ambiente de trabalho agora. Sendo assim, apesar de estar ali presente, você não está disponível o tempo todo. As pendências envolvendo o ambiente familiar, por exemplo, devem ser discutidas em momentos mais propícios. A menos que sejam urgentes, claro. Cabe a você julgar isso.

 


 

O legal do Home Office está aí. As dicas auxiliam, mas não devem definir um padrão. Afinal, são as experiências próprias que vão mostrar o que funciona ou não para cada tipo de pessoa. O importante é entregar desempenho.

O que acha sobre o assunto? Espero que nossas dicas sirvam como referência. Depois nos conte como foi sua experiência!

Ah! Não esqueça de higienizar bem as mãos ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *